sexta-feira, 20 de junho de 2008

A visita da Teresa



A Teresa, que nos descobriu quando postamos o seu poema sobre os livros no dia 2 de Abril e, que a partir daí não deixámos de acompanhar no seu tempo de teia, veio visitar-nos ontem dia 19.

Os Cabaninhas já estavam ansiosos à sua espera e eis que chega, a seguir ao almoço para nos deliciar com a sua presença pela tarde fora...


-Ficámos muito admirados quando vimos aquela senhora contigo...disse a Marta, que, a convite da Teresa para um beijinho correu direito a ela e depois...

e depois foi uma correria para lhe dar a conhecer a nossa salinha e aquilo que dentro é mais significativo...os aniversários, os barcos, tudo... enfim, este tem sido o nosso espaço ao longo de um ano cheio de vivências boas como esta.

Fizeram desenhos para oferecer à Teresa, foram esconder a surpresa...falaram, fizeram perguntas umas atropelavam as outras e até às 15 H,os Cabaninhas estiveram encantados com a magia da Teresa, os Cabaninhas e não só também os meninos do 3º e do 4º ano a quem quisemos dar a conhecer esta comunicadora, escritora, cantora, contadora de histórias e professora...
Também encontramos as suas histórias e canções em www.saborsaber.com

Hoje quando falámos sobre a visita e perguntei o que acharam da Teresa disseram-se coisas como:
- é muito simpática e gosta muito de falar com crianças!
- É muito bonita!
- Gosta das crianças como nós, gosta de ser professora, de ensinar os meninos gosta de cantar e até canta muito bem, vê-se que é uma boa pessoa...
- gosta de escrever poesia...
- gostei muito da canção dos números...
- faz muitas coisas, e tem gatinhos, e gostou muito de nos conhecer...
- A Teresa gostou de vir à nossa sala...


e desta forma os meninos manifestaram sentimentos e emoções que todos partilhámos...
e o tempo foi muito bem aproveitado: conversámos e contámos coisas uns aos outros, recitámos poemas da Teresa, os meninos mais crecidos leram a sua poesia e eram uns atrás dos outros a colocarem o dedo no ar para serem o próximo e até uma história foi construída quando só ficaram os mais crescidos fez-se uma festa de palavras ditas, cantadas, lidas e sentidas e todos nós ficámos mais ricos... Obrigada Teresa!

1 comentário:

3za disse...

Obrigada eu por todo o vosso carinho! Um dia que ficará para sempre guardado no meu coração! Muitos beijinhos!