domingo, 15 de fevereiro de 2009

O Carnaval vem aí...

O Flávio trouxe de casa uma máscara e vinha contente porque ninguém o ía conhecer...foi assim que demos início ao tema.
Decidimos que iríamos fazer as nossas máscaras utilizando balões com camadas de papel sobrepostas.
Mais uma vez a matemática esteve presente uma vez que tivemos que calcular quantos balões seriam precisos para os 18 meninos que estavam na sala sabendo que cada balão dava para fazer duas máscaras.
Os meninos juntaram-se fazendo pares e fomos distribuindo um balão a cada par - 9 portanto. Depois recorremos ao ábaco e confirmámos os nossos cálculos.

Cada par foi para a mesa recortaram as tiras de jornal, depois um dos meninos ía pondo a cola nas tiras e colocava-as enquanto o outro segurava no balão trocando na camada seguinte.

Um verdadeiro trabalho a pares que correu muito bem.



Agora é só deixá-los secar para os podermos despejar, cortar ao meio e enfeitar as máscaras.

Depois mostramos o resultado.

2 comentários:

Educadora de Infância disse...

Que trabalheira, fazer máscaras com a técnica do papel maché!
Vocês são corajosos... mas além de trabalhoso é muito divertido, por isso vale a pena experimentar.
Este ano estamos a fazer as nossas com cilindros. É diferente, mas também ficam giras... um dia destes mostramos...

Beijinhos da Sala do Arco-íris do jardim de Cruzeiro

Os cabaninhas disse...

É bem verdade mas valeu a pena sobretudo porque para além do divertimento houve trabalho de equipa, um dos objectivos subjacentes à concretização desta actividade foi valorizar o trabalho a pares e isso foi conseguido.
Gostamos sempre de receber a vossa visita e os vossos comentários.Beijinhos.